Irmãs perversas: A diferença de artrite e artrose segundo reporta Sergio Cortes

Você acorda em um belo domingo de manhã e observa ao lado de fora da janela o sol batendo perenemente sobre a cortina. A primeira coisa que faz ao acordar é dar aquela espreguiçada gostosa, em uma espécie de ritual diário. Mas algo aconteceu naquele dia, e um hábito tão solene se transforma em um pesadelo. Você estranha aquela dor incômoda nos ombros, especificamente nas articulações, porém ignora achando que não passa de um mal jeito. Ao abrir as cortinas para sentir os raios solares invadindo o quarto, novamente um puxão estranho, mas dessa vez entre os dedos da mão. E esse mesmo cenário começa a se repetir algumas vezes, de maneira espaçada, durante o seu dia. Com o passar do tempo, dores incômodas que antes eram somente na parte superior do corpo começam invadir os membros inferiores. Joelhos e tornozelos já não apresentam o mesmo rendimento, e qualquer esforço, por menor que seja, causa aquela mesma dor persistente que tanto o preocupa. Sem pestanejar, consulta um médico ortopedista e o diagnóstico: Artrite, com suspeita de Artrose. E agora? Qual a diferença entre os dois?

O Dr. Sergio Cortes, médico ortopedista, reporta como diferenciar a Artrite de sua irmã Artrose de um jeito simples e fácil de entender.

Antes de aprender o bê-á-bá das duas doenças, é preciso primeiramente saber o que é uma articulação. Articulação, segundo noticia o Dr. Sergio Cortes, se refere a “liga” entre dois ossos. É uma espécie de amortecedor interno.

Ex. Entre o ombro e o braço, existe uma camada protetora que impede os ossos de entrarem em atrito. Essa camada, composta de cartilagens e um líquido espesso, é chamada de articulação. Em nosso crânio também existem articulações, porém são compostas de um material diferente dos braços ou cotovelos. O material entre os ossos do crânio é composto de uma espécie de cola fibrosa, que os mantém fixos cada um no seu lugar.

O meio termo está na coluna: Entre as vértebras, encontram-se cartilagens não tão flexíveis como as dos braços e afins, como também não tão fibrosas como as do crânio. Elas permitem uma determinada flutuação, na medida certa!

Dados os fatos, o Doutor Sergio Cortes reporta que, a artrite, refere-se a inflamação dessa região tão importante para o movimento do corpo humano: A articulação. A raiz, ou causa do problema pode ter N motivos. Traumas em geral, esforço, movimento repetitivo, infecção por fatores externos, doença auto imune ou até mesmo a própria artrose, pode contribuir para que a artrite se desenvolva.

No caso da artrite, se for diagnosticada em seu estágio inicial e dependendo da causa do desenvolvimento da doença, ela pode se regenerar. Ainda há esperança.

Quanto a artrose, o processo é um pouco mais complicado. Enquanto a artrite é apenas uma inflamação da articulação, a artrose é o desgaste dela. Geralmente, a artrose é diagnosticada em pacientes de mais idade. O processo de envelhecimento do corpo humano, incluindo as articulações, resultam em uma espécie de destruição das células. As cartilagens acabam por se desgastar e se auto destruir aos poucos. Infelizmente esse processo não tem cura, mas os sintomas podem ser aliviados.

A artrose não acomete apenas pacientes da terceira idade. A artrite pode aos poucos evoluir para um quadro de artrose e provocar danos em pacientes de qualquer idade.

Outros fatores podem contribuir para o aparecimento da artrose. Segundo o Dr. Sergio Cortes informa, obesidade, fatores genéticos entre outros, pode resultar no aparecimento da doença precocemente. A partir do diagnóstico, o paciente segue algumas instruções médicas, que incluem fisioterapia, medicamentos receitados, ou em casos mais graves, a cirurgia para a reconstrução total das cartilagens afetadas.

Como cada caso é um caso, o Dr. Sergio Cortes recorda a importância de consultar um médico ortopedista assim que aparecerem os primeiros sintomas. Bons hábitos de saúde como: tomar bastante água, fazer uma reeducação alimentar e a prática de exercícios físicos sob os olhos vigilantes de um profissional capacitado, também podem contribuir para o alívio dos sintomas da doença das “irmãs malvadas” – artrite e artrose.

 

Fonte

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s